PISO LAMINADO VS PISO VINÍLICO

Os acabamentos são parte essencial de uma obra, afinal são eles que vão dar a cara nova para a sua obra.

Na hora de fazer a escolha do piso, é levar em consideração a beleza e o estilo que irá agregar a cada ambiente da sua casa ou empresa.

Os pisos laminados e vinílicos são os queridinhos do mercado nacional, eles oferecerem diversas vantagens, além de garantirem beleza ao ambiente.

Por isso nesse post vamos esclarecer a diferença entre esses dois tipos de pisos.

PISO LAMINADO

Piso Laminado em Maringá

O piso laminado é composto por camadas de materiais derivados da madeira, como aglomerado e painel de madeira de alta densidade (HDF). A camada superior recebe uma estampa decorativa, impregnada com resina.

O revestimento vem em réguas e pode ser instalado por encaixe ou cola sem cheiro.

Ele demanda um contrapiso seco, limpo e nivelado e aceita variações de até 3mm a cada 1,5m.

Desde que a superfície em questão receba uma manta regularizadora (feita de polietileno), é possível instalá-lo sobre pedra, concreto ou cerâmica. Além disso, é importante ressaltar que deve haver um espaço de dilatação entre as bordas e a parede.

Para a limpeza de pisos laminados é recomendado utilizar um aspirador de pó e vassouras com cerdas macias para realizar. Esse tipo de piso não é resistente à água, sendo assim, o ideal é utilizar um pano úmido (bem torcido) e sabão neutro, para uma limpeza mais rigorosa.

O piso laminado propaga sons facilmente, sendo assim para evitar o tec-tec ao caminhar é preciso cobrir o contrapiso com manta acústica.

Por ter sua superfície muito lisa, o piso dificulta a vida dos animais de estimação, que acabam deslizando.

PISO VINÍLICO

Piso Vinílico em Maringá

O piso vinílico é feito com cloreto de vinila, mais conhecido como PVC. O material vem em placas, réguas ou mantas.

O piso vinílico abafa ruídos de passos e ajuda a conservar a temperatura dos ambientes. E por ser protegido por resina de poliuretano, mancha muito pouco, além de ser antialérgico.

O vinílico só funciona bem com um contrapiso seco, limpo e rigorosamente nivelado. Para criar essa superfície, a melhor maneira é aplicar uma massa niveladora, composta por cola e cimento.

Com a mistura é possível aplicar o piso sobre superfícies não tão lisas, como cerâmica ou pedras polidas. O passo seguinte é colar ou encaixar o revestimento e esperar secar.

Não instale o piso vinílico sobre materiais que podem apodrecer, como madeira e laminado.

O piso vinílico é resistente a manchas e à proliferação de bactérias. No dia a dia, basta varrer com uma vassoura de pelos ou passar um rodo com pano umedecido. Se quiser uma limpeza mais profunda, use um pano com água e sabão neutro.

O acabamento do vinílico é de alta qualidade e ele é mais resistente à água do que o laminado. A espessura é menor e são mais flexíveis. Não faz barulho ao andar, e é ideal para quem tem animais de estimação e crianças.

Os dois tipos de pisos são indicados para áreas internas, como salas, quartos e escritórios residenciais. Além disso, eles também podem ser adotados em lojas, restaurantes e escritórios comerciais.

A instalação é bastante rápida e prática, além de produzir pouca sujeira. Como já mencionamos a limpeza também pode ser feita de forma simples e rápida, mas sempre se lembrando de nunca utilizar quantidade abundante de água.

Para descobrir mais sobre as principais características e os melhores lugares para instalar e valorizar ainda mais o décor da sua casa acompanhe nosso blog e siga-nos do Facebook.